Ordo Salutis

Venceu Nosso Cordeiro Vamos Segui-LO

14:11

John Eliot (1604 - 1690)

Postado por Harone Maestri Mattos


Com algumas excepções, o contacto dos ingleses com os índios norte-americanos foi mais um obstáculo do que um auxílio para a difusão da fé. Dois antigos pastores de Massachusetts, John Eliot (1604-1690) e Thomas Mayhew (1621-1657), fizeram um esforço significativo de evangelização dos indígenas americanos. Eliot, pastor congregacional em Roxbury, perto de Boston, reuniu um bom número de conversos em “praying towns” (cidades de oração) e traduziu a Bíblia para a língua algonquim. Os seus esforços resultaram na criação da primeira sociedade missionária da Inglaterra, a Sociedade para a Propagação do Evangelho na Nova Inglaterra (1649).

Foi um dos primeiros e talvez o maior de todos os missionários para os índios norte-americanos, conhecido como “Apóstolo dos Índios”. Nasceu na Inglaterra em 1604, mas somente aos 40 anos começou seu trabalho missionário. Chegou à América em1631.

John Eliot (nascido em Widford, Hertfordshire, Inglaterra em 3 de Agosto de 1604 e morto em 21 de Maio de 1690 no Roxbury, Massachusetts Bay Colony) graduou-se em Cambridge em 1622.

Durante um tempo ensinou em um colégio onde entrou em contacto com os puritanos, tomando a determinação de ser ministro do Evangelho.

Em 1631 aportou na Nova a Inglaterra (o que actualmente são os estados na costa leste dos Estados Unidos) e ali foi ordenado para pregar em Roxbury.

Pertencia à Missão Indígena dos Puritanos da Nova Inglaterra e trabalhou duramente toda a sua vida tentando alcançar os indígenas.

Os primeiros anos de ministério passou-os Eliot centrado nas necessidades da sua igreja local, mas por volta de 1644 tomou interesse especial pela linguagem e costumes dos índios, começando a pregar-lhes em 1646, ao princípio em inglês durante o primeiro ano e logo em sua própria língua, o algonquim.

À medida que as semanas e os meses se passavam, e em menos de um ano alguns índios foram convertidos. Eliot documentou o seguinte Os índios abandonaram completamente suas cerimónias de conjuração. Estabeleceram períodos de oração em suas tendas,de manhã e à noite”.

Publicou um catecismo para eles em 1654 e no ano de 1658 tinha traduzido a Bíblia para o dito idioma. Esta foi a primeira Bíblia impressa no Norte a América. Em 1685 publicou-se uma edição revisão da mesma.

Eliot também escreveu The Christian Commonwealth (1659), Up-bookum Psalmes (1663), The Communion of Churches (1665), The Indian Primer (1669) e The Harmony of Gospels (1678), além de ser o principal contribuídor do Bay Psalm Book.

Eliot planeou povoados para os índios convertidos a fim de que estivessem distantes das cidades dos colonos, com o fim de lhes preservar a sua língua, a sua cultura e a suas leis.
Eliot pintou também a vida dos povoados índios.

Preparou a alguns deles para que fossem missionários ao seu próprio povo, dos quais Daniel Takawambpait foi o primeiro ministro índio na Nova Inglaterra, sendo ordenado em Natick, Massachussetts, em 1681.

Os povoados índios de Eliot cresceram até chegarem a ser catorze com milhares de habitantes, mas foram destruídos durante a guerra do Rei Felipe em 1675 (Rei Felipe foi um líder índio desejoso de expulsar aos colonos de Nova a Inglaterra).


A estratégia utilizada pela missão de Eliot foi:

Evangelizar, principalmente através da pregação;
Reunir as pessoas convertidas em igrejas locais; e,
Fundar cidades cristãs, numa forma de segregação da sociedade corrupta.

O missionário preocupa-se sempre com o bem estar social dos índios. Ele queria mais que simples profissão de fé. Buscava maturidade espiritual de seus seguidores. Por isso, traduziu e publicou a Bíblia no idioma nativo.

Pouco antes de morrer em 21 de Maio de 1690, depois de uma doença prolongada com 85 anos, John Eliot disse: “Pouco posso fazer; todavia, tomei uma decisão pela graça de Cristo, jamais, deixarei o trabalho missionário, enquanto tiver pernas para andar”.

0 comentários :

Postar um comentário