Ordo Salutis

Venceu Nosso Cordeiro Vamos Segui-LO

16:10

Charles Hodge (1797 - 1878)

Postado por Harone Maestri Mattos



O PRÍNCIPE DOS TEÓLOGOS DE PRINCETON
Charles Hodge
(nasceu a 27 de Dezembro de 1797, Filadélfia, Pa., nos Estados Unidos da América, faleceu a 19 de Junho de 1878, em Princeton, N.J.)


Foi o mais eminete teológo de Princeton Theological Seminary entre 1851 e 1878.

Ele é considerado como um dos maiores expoentes e defensores do calvinismo histórico na América durante o século XIX.

Ele se formou-se no Princeton Theological Seminary aos 21 anos, e no ano lectivo seguinte começou a ensinar lá.

Um ano depois ele foi ordenado para o ministério presbiteriano.

Aos 27 ele fundou The Biblical Repertory (O Repertório Bíblico), mais tarde chamado Princeton Review (Revista de Princeton).

Em toda a sua carreira como professor ele tirou só dois anos sabáticos para estudar em Paris, Halle, e Berlim (1826-28).

O seu trabalho exegético mais afamado é Commentary on Romans, (Comentário de Romanos), publicado em 1835.

E entre 1871-73 (aos 73-75) ele publicou Systematic Theology (Teologia Sistemática) em três volumes, com 2260 páginas.

Quando ele morreu, em 19 de junho de 1878, o seu filho Archibald sucedeu-lhe no Princeton Theological Seminary.

Ele define a teologia como uma apresentação dos fatos da Bíblia, dando ênfase na ordem dos mesmos e nas suas relações.

A teologia escrita por Charles Hodge é considerada pelos seus seguidores como fiel à Bíblia, sendo que "sua Teologia Sistemática não é especulativa, nem filosófica, nem teórica, mas Bíblica".

Conhecido como "O Velho Hodge" esta Teologia Sistemática é fiel à Reforma Protestante do século XVI.

Quando ainda estudante, Charles Hodge, Presbiteriano, escreveu uma carta ao seu irmão, contando-lhe como tinha ficado impressionado com o trabalho de William Carey em Serampore, Índia.

Hodge foi professor de James Fletcher e Ashbel Simonton, Presbiterianos.

Foi a pregação de Charles Hodge que provocou a decisão em Simonton de ser missionário ao invés de pastor.

Fletcher, que havia sido capelão da marinha mercante no Brasil, foi parceiro de Daniel Kidder, Metodista, nas viagens de norte a sul do Brasil. Os dois foram pioneiros da “colportagem eventual” em nosso país.

Simonton chegou em 1859 ao Brasil e fundou a Igreja Presbiteriana do Brasil.


0 comentários :

Postar um comentário