Ordo Salutis

Venceu Nosso Cordeiro Vamos Segui-LO

16:35

Alexander Campbell (1788 - 1866)

Postado por Harone Maestri Mattos


Alexander Campbell (12 de Setembro de 1788 - 04 de Março de 1866).

Um dos fundadores da igreja Cristã (Discípulos de Cristo). Filho de Thomas Campbell, ministro presbiteriano escocês-irlandês da Igreja da Secessão, Alexander Campbell nasceu no Condado de Antrim, na Irlanda. Depois de estudar na Universidade de Glasgow durante um ano, migrou, em 1809, para os Estados Unidos, para onde seu pai fora em 1807. Afiliando-se à Associação Cristã de Washington (Pensilvânia), iniciada por seu pai, Campbell foi ordenado para este ministério em 1812, tendo rapidamente chegado a compartilhar da liderança de seu pai, e passando os anos seguintes fazendo pregações itinerantes em estados como Kentucky, Ohio, Indiana, Virgínia Ocidental e Tennessee, ganhando adeptos para o seu grupo, cujos membros se chamavam os "Discípulos de Cristo". Expunha as suas ideias em duas revistas mensais: The Christian Baptist ("O Batista Cristão" - 1823-30) e a sua sucessora: The Millennial Harbinger ("O Arauto Milenar" - 1830-64). Em 1840, fundou a Faculdade Betânia na Virgínia Ocidental, actuando como seu presidente por mais de vinte anos.

Campbell dizia que derivara a sua teologia e política eclesiástica directamente da Bíblia, especialmente do N. T., onde o padrão básico de fé e prática cristãs estava revelado. A afiliação à igreja baseava-se na confissão pessoal de Jesus Cristo como Salvador divino e no baptismo por imersão, sendo que este sacramento não era somente um acto de obediência ao mandamento de Cristo, mas também "um meio de receber uma absolvição, ou isenção de culpa, formal, distinta e específica". A congregação local era a célula básica do cristianismo, que desfrutava de autonomia total; mas esperava-se dela que cooperasse com outros grupos cristãos, a nível local e em lugares mais afastados. Duas classes de oficiais eram reconhecidas: bispos ou presbíteros, para a liderança da congregação nas questões espirituais, e diáconos para o tratamento de interesses temporais. O outro sacramento cristão, a Ceia do Senhor, era observado semanalmente, segundo a prática neotestamentária.

Campbell esperava que sua política eclesiástica, baseada no N. T., promovesse união entre os evangélicos protestantes. Mas a única fusão duradoura que ele conseguiu foi aquela com o grupo de Barton W. Stone, que se chamava "os cristãos". Esta reunião começou em 1832, e foi completada durante os anos seguintes - embora os seguidores de Stone, no leste, não se afiliassem. O grupo resultante, chamado a Igreja Cristã (Discípulos de Cristo), veio a ser "o maior agrupamento local que teve início nos Estados Unidos". Os seguidores de Campbell eram anteriormente chamados campbelistas.

0 comentários :

Postar um comentário