Ordo Salutis

Venceu Nosso Cordeiro Vamos Segui-LO

14:39

A VERDADEIRA IGREJA: UM SOCORRO DE DEUS

Postado por Harone Maestri Mattos

A carreira cristã de todo filho de Deus começa só. Cada um de nós é chamado pelo nosso Deus pelo nosso próprio nome: "Mas agora, assim diz o Senhor que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu." Isaías 43.1. A benignidade de Deus é que nos conduz ao arrependimento (Rom. 2.4), depois o Espírito de Deus vem soprar sobre nós e nos fazer novas criaturas (João 3.5). A luz resplandece nas trevas; é o próprio Senhor resplandecendo em nossos corações: "Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo" II Coríntios 4.6.

À partir desse momento não sou mais eu, mas Cristo vivendo em mim (Gal. 2.20). Este passa a ser o primeiro dia da vida cristã. Cristo em nós a esperança da glória (Col 1.27). Cristo é o primeiro dia e também a vida eterna: "E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna" I João 5. Este é o primeiro dia de uma longa carreira; uma carreira que deve ser corrida com perseverança (Heb 12.1). O novo nascimento é apenas o começo da vida cristã, e Aquele quem em nós começou a fazer a boa obra, continuará a fazê-la e a aperfeiçoará até o dia de Cristo (Fil. 1.6). Uma carreira que tem um alvo, o prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo: "Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus" Fil 3.13-14.

Um dia, como também nos ensina a Palavra de Deus, estaremos só novamente, perante a face de Deus, e cada um dará conta de si mesmo a Ele (Rom. 14.12). Daremos conta da nossa vida cristã, da nossa carreira, do que foi feito no corpo (II Cor. 5.10). Que triste seria para nós olharmos para este quadro tão solitário sem uma provisão gloriosa do nosso Senhor que é a Igreja. Não teríamos ninguém para lavar os nossos pés, nos admoestar quando estivéssemos indisciplinados, alguém para nos consolar quando tivéssemos desanimados, e amparados quando nos sentíssemos fracos (I Tess. 5.14).

Que triste seria andarmos só, sem ninguém para nos estimular principalmente ao amor e às boas obras (Hebreus 10.24-25). Sem essa provisão gloriosa do Senhor seria impossível estarmos entre aqueles que estarão com as lâmpadas e as botijas cheias de óleo. Que providência do Senhor. Quão necessária é para a carreira cristã a Igreja do Senhor, o corpo de Cristo, a justa operação de cada parte. Ficaríamos como anões espirituais. Que bendita provisão são os apóstolos, os evangelistas, os profetas, os pastores e os mestres, e também os anciões e presbíteros! De que maneira seríamos aperfeiçoados e deixaríamos de ser crianças inconstantes sem estes ministérios da Palavra? (Efésios 4.11-13).

Quão limitada seria a nossa vida cristã e a visão de Cristo caso andássemos só! Quão maravilhosa é a provisão do Senhor pela sua Igreja onde com todos os santos podemos alargar o nosso conhecimento do Senhor, seja na sua profundidade, na sua largura, no seu comprimento, e principalmente conhecer o amor de Cristo que excede todo o entendimento. Louvado seja o Senhor, porque Ele é infinitamente mais poderoso para fazer infinitamente mais, além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera (Ef. 3.18-21). A Sua glória só pode ser vista através dela, a Igreja, esta glória que nos fez um, para que o mundo creia que Ele foi enviado pelo Pai (Jo. 17.21).

Mas por outro lado há o engano, e o juízo virá sobre a grande meretriz e sobre as suas filhas (Apoc. 17.5), aquelas que se transvestem em igrejas do Senhor. Por elas, muitos tem se prostituido. Ela a princípio traz prazer, mas o fim é juízo e morte. Temos que ter cuidado com as prostitutas, devemos ter cuidado com as suas seduções, porque elas nos levarão para o pecado; elas são uma cova profunda, e um poço estreito. Como um salteador elas se põem a espreitar, e multiplicam entre os homens os prevaricadores, os que torcem a justiça, os que fazem errar (Prov. 23.27-28).

Ao contrário da prostituta, a Sua verdadeira Igreja está sendo preparada para o seu noivo Jesus, como uma virgem pura. Santa e imaculada, sem ruga nem mancha. Louvado seja o nosso Senhor, bendita Igreja, bendita provisão do nosso Pai e do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

0 comentários :

Postar um comentário