Ordo Salutis

Venceu Nosso Cordeiro Vamos Segui-LO

13:45

A Cruz na Oração

Postado por Harone Maestri Mattos

“Naquele dia pedireis em Meu nome...” – João 16:26

Somos muito dados a pensar na cruz como uma experiência pela qual somos obrigados a passar; mas só passamos pela experiência a fim de nos identificarmos com a cruz. A cruz, para nós, representa apenas uma coisa – completa, total e absoluta identificação com o Senhor Jesus Cristo; e não há nada em que essa identificação se concretize mais do que na oração.

“O vosso Pai sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais”. Então, por que pedir? O propósito da oração não é o obter bênçãos de Deus; orar é entrar em perfeita e total união com Deus. Se orarmos por querermos bênçãos, acabaremos irritados com Deus. Ele responde todas as vezes que oramos, mas nem sempre responde como desejamos, a nossa irritação demonstra uma recusa em nos identificarmos com o Senhor na oração. Não estamos aqui para provar que Deus responde à oração; estamos aqui para sermos monumentos vivos da graça de Deus. “E não vos digo que rogarei ao Pai por vós, porque o próprio Pai vos ama”. Você já alcançou tal intimidade com Deus que a vida de oração do Senhor Jesus Cristo é a única definição de sua própria vida de oração? Será que a vida vicária do Senhor se tornou uma fonte de vida para você? “Naquele dia” você estará tão identificado com Jesus, que não haverá mais nenhuma diferença.

Quando a oração parece não ser respondida, cuidado para não jogar a culpa em alguém. Isso é sempre uma armadilha de Satanás. Você descobrirá depois que por trás há uma razão que encerra um profundo ensinamento exclusivamente para você.

Autor: Oswald Chambers
Extraído do livro Tudo Para Ele. Lição do dia 6 de Agosto

0 comentários :

Postar um comentário